top of page

Saiba como diminuir os efeitos do El Ninõ

Atualizado: 30 de nov. de 2023

Este importante evento climático pode trazer importantes consequências ao setor agrícola, o que exige um bom entendimento de como o El Niño pode interferir nas condições climáticas que impactam na produção agrícola.


O fenômeno El Niño é um evento climático que vem sendo amplamente comentado e estudado no mundo da meteorologia. Sua influência na agricultura brasileira é um tema de grande importância, já que o setor agrícola desempenha papel fundamental na economia do país. Para entender melhor essa relação, é crucial examinar como o El Niño afeta as condições climáticas e a produção agrícola no Brasil. O fenômeno é caracterizado pelo aquecimento anormal das águas da região central do Oceano Pacífico. Esse fenômeno possui graus de intensidade que podem variar de acordo com o aumento da temperatura das águas em relação à média histórica. Os graus de intensidade são: fraco (0,5 a 0,9 ºC), moderado ( 1,0 a 1,5 ºC), forte (1,6 a 2,0 ºC) e muito forte, quando as águas estão 2,1ºC ou mais acima da média histórica.


No Brasil, uma característica marcante do El Niño é a temperatura elevada. Pode-se observar que o inverno em 2023 não foi marcado por baixas temperaturas e nem tivemos geadas expressivas como nos anos anteriores. Além disso, é possível que os padrões de chuva sejam alterados em relação ao ano passado. Na região Sul e Sudeste, o regime de chuvas pode ser acima da média durante o período da safra, o que é benéfico em termos de fornecimento de água, mas acende um alerta em relação à severidade de doenças. Nas regiões Norte e Nordeste é provável que haja condições de clima mais seco. No Brasil como um todo, a temperatura tende a ser mais elevada e isso pode afetar o desenvolvimento de algumas culturas.


Pelo fato desse fenômeno afetar a temperatura e o regime de chuvas, é fundamental que o agricultor adote práticas para minimizar os efeitos provocados pelo El Niño: práticas conservacionistas como o plantio direto e outras medidas sustentáveis. Além disso, o uso de nutricionais no momento correto e de tecnologias como enraizadores, bioestimulantes e microbiológicos também vão colaborar para que a lavoura passe por momentos desafiadores sem ter grandes prejuízos de produtividade.


Para que a lavoura seja bem sucedida, o arranque inicial e enraizamento vigoroso, de modo que a planta explore maior volume de solo e tenha mais acesso a água, é de suma importância. Para isso, o uso de tecnologias especializadas em enraizamento é indispensável, como o Hydra-Hume, material orgânico nobre com grupos funcionais de alta bioatividade que garantem vários benefícios. Entre eles, o mais pronunciado é o estímulo ao desenvolvimento de raízes e condicionamento do solo na região da aplicação. Outra alternativa que agrega consideravelmente no arranque inicial é o Nucleus OrthoPhos, fósforo prontamente disponível que fornece energia para o desenvolvimento vigoroso do cultivo como um efeito de arranque inicial.


Figura 1. Lado esquerdo: plantas de soja da área controle. Lado direito: plantas de soja submetidas à aplicação de Hydra-Hume e Nucleus OrthoPhos em sulco de plantio.

Lado esquerdo:  plantas de soja da área controle. Lado direito: plantas de soja submetidas à aplicação de Hydra-Hume e Nucleus OrthoPhos em sulco de plantio.
Efeitos do El Niño



Figura 2. Lavoura de milho. Lado esquerdo: plantas controle. Lado direito: plantas submetidas à aplicação de Nucleus OrthoPhos no sulco de plantio.

Comparativo com Nucleus Ortho-Phos
Lavoura de milho
Controle Nucleus OrthoPhos



Abaixo segue um comparativo de uma lavoura de milho submetida à hipoxia (excesso de água).


Figura 3: plantas submetidas à aplicação de estimulante sintético + complexo de micronutrientes mais concentrado em manganês.


Figura 4: plantas submetidas à aplicação de Real POTENT, que é um bioestimulante, mais Real NUTRIFORCE, que é um produto nutricional e fisiológico, com o foco em otimizar o metabolismo do nitrogênio e retardar a síntese do etileno, hormônio da maturação e senescência indesejável em alto nível nesta fase vegetativa da lavoura de milho.

Comparativo Real Potent+Real Nutriforce
Lavoura de milho

Figura 3 Figura 4


Nota-se que, no tratamento com Real POTENT + Real NUTRIFORCE, a lavoura passou por uma instabilidade climática com menores prejuízos e isso refletiu em maior produtividade.

O Real POTENT é especialista em mitigar os efeitos de estresses bióticos e abióticos, preferencialmente aplicado de modo preventivo, com a finalidade de estimular e proteger a planta para o desafio que o cultivo enfrentará.


O Real-NUTRIFORCE potencializa o metabolismo e assimilação dos nutrientes dentro da planta, especialmente o nitrogênio, transformando-o em proteínas. Incremento na fixação biológica de nitrogênio, diminuição dos efeitos de estresses e manutenção de folhas, flores, frutos e grãos vigorosos.


Para lidar com as alterações climáticas provocadas pelo El Niño, primeiramente é necessário entendê-lo. Dessa forma, é possível planejar para minimizar os efeitos negativos causados por esse fenômeno e ter boa produtividade e rentabilidade.



TODAS AS DEMAIS PRÁTICAS AGRONÔMICAS RECOMENDADAS PARA OS CULTIVOS DEVEM SER OBSERVADAS, PARA SE BUSCAR O POTENCIAL PRODUTIVO DAS CULTURAS. CONSULTE SEMPRE UM ENGENHEIRO AGRÔNOMO.




Comentarios


bottom of page